was successfully added to your cart.

Carrinho

Categoria

Wet’n Wild

Novas atrações do Wet'n Wild

Wet’n Wild celebra 20 anos com inauguração de duas novas atrações

Por | Wet'n Wild

O parque aquático Wet’n Wild, localizado em Itupeva — São Paulo, escolheu a ABAV Expo Internacional de Turismo para revelar as duas novas atrações que serão inauguradas durante o mês de outubro, quando o empreendimento completa 20 anos de operação. O empreendimento mantém desde 2007 uma estratégia de revitalização constante, que tem como objetivo garantir a atratividade do parque, seja pela chegada de novos equipamentos ou a realização de projetos especiais. A última grande atração do parque veio em 2014, o conhecido Vortex!

Vortex no Wet'n Wild

Para celebrar os 20 anos do Wet’n Wild nada mais justo que inaugurar duas atrações simultaneamente. Estamos muito animados com a chegada dessas novas atrações que agregam muito valor à nossa diversidade de equipamentos. No Wet’n Wild a diversão não tem idade”, enfatiza Alain Baldacci, presidente do parque aquático.

Novas atrações

Passam a integrar a família de atrações do Wet’n Wild a dupla de tobogãs Cyclone e Meteor. Outra novidade é que ambas as atrações terão um sistema de lançamento chamado Skybox, por meio do qual o visitante entrará em uma cápsula fechada, onde o chão se abre, liberando a pessoa para o tobogã.

Sky Box Slide

Lançamento em 3,2…1!

Cyclone

Com 22 metros de altura, o visitante descerá por um tubo fechado translúcido, passando por um looping 360° na horizontal antes da rápida chegada e será um dos tobogãs mais rápidos do parque. Só não será o mais veloz, porque justamente o Meteor ficará com o posto.

Nova atração do Wet'n Wild

Imagem Ilustrativa

Meteor

No Meteor, que tem altura equivalente a um prédio de 13 andares, será possível atingir mais de 100 km/h, simulando uma queda livre a 40 metros de altura com inclinação de 70 graus. A atração será o mais alto tobogã com cápsula do mundo.

Nova atração do Wet'n Wild

Imagem Ilustrativa

Com a inauguração das duas novas atrações, as atrações R4LLY, Kamikaze, Twister e Water Bomb retornam à programação de atrações do parque.

Serviços Gerais

Em outubro, o Wet’n Wild funciona de quinta-feira a domingo, das 10h às 17h. O ingresso com compra na Wetshop e Televendas está no valor de R$ 99,00 e na bilheteria no valor de R$ 120,00. Consulte promoções e condições especiais no site do Wet’n Wild.

Wet’n Wild apresenta Noites Macabras 2018 — Espetáculo do Medo

Por | Wet'n Wild

O parque aquático Wet’n Wild, localizado em Itupeva — SP, divulgou recentemente o cartaz e tema das Noites Macabras 2018. O evento de terror que faz parte do calendário anual deverá arrancar muitos gritos do público. O parque traz novidades na produção para resultar em uma experiência diferente e ainda mais aterrorizante que as edições anteriores.

Cartaz das Noites Macabras 2018Espetáculo do Medo

Os principais personagens desse espetáculo do medo são Lucius, o apresentador, Deimos, o palhaço e Teodora, a mulher barbada. Para satisfazer os desejos mais profundos e perversos, Teodora – a dona do circo – deixa livre suas aberrações, que precisam reunir energia vital para serem alimentadas. Os visitantes serão os convidados especiais desse espetáculo e precisarão ter coragem para saírem desse grande suspense.

Personagens das Noites Macabras

A aposta num tema circense é sempre segura. A coulrofobia (medo extremo de palhaços) pode surgir de forma sutil até nos mais corajosos espalhando ainda mais o medo e o desespero, destacando facilmente uma edição das outras.

Noites Macabras 2018

Podemos esperar este ano, algo mais focado num estilo de diversão sombria, criando o receio de caminhar pelas ruas escuras do parque cercadas pelos artistas de um circo macabro. De palhaços à ciganas, humanos peculiares à bizarras mutações, todos unidos num espetáculo onde você é a cobaia, ou melhor, o “assistente”. No palco, o início do show será encenado mas sua continuação acontece em um grande show a céu aberto com direito à sustos, correria e claro, uma grande balada de música eletrônica.

Noites Macabras 2018

Um dos ambientes das Noites Macabras 2017

Atrações

    • Circo – Palco principal (Shows de abertura e encerramento): Onde o espetáculo começa.
    • Balada: Um verdadeiro show! Balada com prêmios e muita música.
    • Aberrações: A trupe do circo ficará a céu aberto pelo parque, como atirador de facas, o bala humana, jogos macabros e é claro, a famosa bilheteria do circo.
    • Vortex: O Vortex, o tobogã em forma de funil com 24 metros de altura, ganha elementos de iluminação e sonorização assustadores, proporcionando experiência e sensações aterrorizantes.
    • Profundeza do Medo (Túnel Aquático): Entre no barco e encare seus medos com criaturas desprezadas pela própria trupe do circo. Surpresas vão acontecer no caminho! Caminho este sem volta.
    • Picadeiro Macabro (Labirinto): Entre em um verdadeiro labirinto, através da roda da sorte o seu destino será definido, o labirinto conta com três caminhos diferentes. Entre na mente dos palhaços em uma atração que irá desafiar os seus sentidos com ilustrações e ilusão de ótica.
    • Profecia Maldita: Você tem coragem de descobrir qual o seu destino? Entre na tenda, sinta sensações de medo e pergunte ao oráculo sobre o seu futuro.
    • Enjaulados: Os animais foram amaldiçoados e mutações terríveis aconteceram! O domador não consegue mais controlá-los.
    • Ponto de Foto: Painel com personagem para registar o seu momento macabro.

Montagem das atrações

Noites Macabras 2018

Foto de 29/06

Cenários das Noites Macabras 2018

Foto de 25/06

Cenários das Noites Macabras 2018

Foto de 25/06

O evento

“Noites Macabras” é um evento anual do Wet’n Wild, e um dos maiores do Brasil. A experiência ocorre sempre à partir das 18h em dia de operação normal do parque, que encerra suas atividades (atrações) às 17:30h.

Noites Macabras 2016

O evento que já recebeu o prêmio “Leading Edge Award’, pela World Waterpark Association (WWA) pelo ineditismo em seu lançamento, este ano contará com nova produção: a Space Magic, que poderá trazer novidades visíveis na parte técnica e em caracterizações. A produtora trabalhou ano passado no Aldeia do Terror, no parque aquático Aldeia das Águas.

Circo do Aldeia do Terror

Aldeia do Terror 2017

O evento foi considerado o melhor de 2017 (para muitos, o melhor dos últimos anos), e na Hora do Horror de 2014 com “A Loja de Brinquedos”, no Hopi Hari, considerada também uma das melhores edições. Antes disso, marcou presença também nas saudosas Noites do Terror do Playcenter.

Funcionamento

O “Espetáculo do Medo” estreia dia 4 de agosto e segue até dia 30 de setembro. As datas variam de sexta-feira à domingo e o evento ocorre das 18h às 20h. Consulte o calendário abaixo e planeje já sua visita!

Funcionamento das Noites Macabras no Wet'n Wild

O Circo está chegando na cidade, e eles não estão para brincadeira! Você está preparado para o maior show de horrores que verá na vida? Então aguarde pois falta pouco, e não se esqueça: o Terror faz parte do Show!

Wet'n Wild anuncia hotel

Wet’n Wild fatura cerca de R$ 40 milhões por ano e anuncia hotel

Por | Wet'n Wild

Completando quase 19 anos, o parque aquático Wet’n Wild é só motivo de festa! O empreendimento faturou cerca de R$ 40 milhões no ano de 2016.

Os sócios da empresa são o Fundo de Investimento Serra azul e a Funcef. Ambos aproveitaram uma área de 160 mil m² para receber até 12 mil visitantes por dia, além de contar com 7 milhões de litros de água tratada em 25 atrações abertas durante todo o ano por conta de um investimento no aquecimento da água, que proporciona portas abertas em meses com frio intenso e atrai público.

Piscina de Ondas no Wet'n Wild

“A empresa está sólida e muito bem estruturada, com índices financeiros saudáveis, apesar de toda a crise atual. De fato, teve um início difícil com as crises do final dos anos 90 e do início dos anos 2000, mas depois conseguiu se reestruturar em 2007 e continua crescendo de forma consistente e constante”, afirma o presidente, Alain Baldacci.

A percepção da diretoria em 2007 reflete nos índices de visitantes a cada ano. De acordo com os registros, houve aumento entre 5% e 10%, com uma marca de 480 mil visitantes em apenas uma temporada.

Hotel e área de entretenimento

Por conta da ascensão nos últimos anos, o Wet’n Wild revela que pretende construir um hotel de 330 unidades e desenvolver uma área para entretenimento noturno dentro do complexo. Seria este hotel e a área de entretenimento em parceria com o Hopi Hari?

Inovação

A primeira inauguração, ainda em 2007, fez 7 mil pessoas lotarem o parque em um único dia. Na época, conforme o presidente, o retorno do público motivou a tática especificada de um plano estratégico de inovação e divulgação.

Confiantes com o público recorde, o parque investiu em equipamentos e uma série de melhorias tecnológicas. Ocorreu a inauguração da “Hot Land”, uma ilha em um espaço de 2 mil metros quadrados que concretizou uma nova fase: a abertura todos os meses do ano.

Ilha Misteriosa do Cascão

Atualmente o espaço é dedicado à Turma da Mônica

De 2007 a 2017, R$ 30 milhões foram aplicados na estrutura. O último brinquedo inaugurado, em 2014, foi o Vortex, atração também foi importada do Canadá com 24 metros de altura – equivalente a um prédio de seis andares.

Vortex no Wet'n Wild

Confira também:

Parque aquático no frio: Vale a pena ir?

Wet Money. Funciona na prática?

Reformas no Wet’n Wild

Matéria retirada do G1
Noites Macabras

Wet’n Wild se prepara para terceira edição das Noites Macabras

Por | Wet'n Wild

ALTERAÇÕES NO CALENDÁRIO

O evento terá estreia no dia 28/07 e retorna no dia 12/08, somente ás quintas-feiras, sextas-feiras e sábados (excepcionalmente no domingo dia 13/08) seguindo até o dia 30/09. O horário de funcionamento é das 11h30 às 20h.

Noites Macabras

O parque aquático Wet’n Wild, localizado em Itupeva, São Paulo, anunciou no início de maio o tema das Noites Macabras 2017: “Ilha dos Condenados”.

Apesar do anúncio em maio, o mistério começou há muito tempo com imagens misteriosas sendo postadas desde 12 de abril. As imagens causaram muitas especulações sobre o tema, desde algo relacionado à espíritos, circo e até viagem no tempo.

Ilha dos Condenados

Neste ano, os visitantes serão convidados à solucionar um mistério em uma secreta prisão de segurança máxima isolada em uma ilha. Lá estão encarcerados os mais temidos e insanos serial killers e detentos que não podem conviver em presídios comuns. Mas, após alguns desaparecimentos, uma investigação se iniciou.

Muitos detentos condenados à punição na ilha, cometeram atos tão bizarros que se tornaram personagens de histórias e filmes. Estes poderão ser encontrados no túnel “Isolados”, novidade desta edição. Na atração “A sentença”, local repugnante e escuro, o cheiro de mofo notável, murmúrios de sofrimento, gritos de desespero, e muito horror se espalham pelos estreitos corredores que simulam o corredor da morte entre pequenas celas. Aliás, quem passar por ali, terá que ter muita cautela: a qualquer momento poderá se ver preso em uma delas e nem todas estão vazias. Tenha cuidado!

“Grande Fuga” será uma atração exclusiva das Noites Macabras. Em uma sala escura, descalços e explorando seus 5 sentidos, os visitantes enfrentarão um desafio de tirar o fôlego.

No Lazy River, você navegará pelo “Esgoto” do complexo penitenciário entre cenas traumáticas e elementos interativos. Na “Solitária” voltará à realidade virtual, para quatro participantes simultâneos em um desafio a ser escolhido, e no Vortex poderá enfrentar a “Rebelião”.

O Evento

Esta já é terceira edição do evento, após passar pela batalha de Piratas vs Zumbis (2015), onde os visitantes ficaram em meio às criaturas dos dois lados, sedentas para arrancar muitos sustos; e levar até o público A Maldição do Vilarejo (2016), quando uma poderosa bruxa ao fim do seu reinado propõe um desafio para passar o trono, mas não era bem isso que estava para acontecer.

Nós fomos conferir e relatamos tudo da segunda edição do evento. Este foi o primeiro evento nessa categoria a ser realizado em um parque aquático e, em 2016, a novidade e qualidade de produção renderam ao Wet’n Wild o prêmio “Leading Edge Award”, da World Waterpark Association (WWA), colocando as Noites Macabras no ranking das maiores produções mundiais pelo pioneirismo e excelência do empreendimento.

E aí? Topa o desafio de entrar nessa ilha? Ele está lançado! O Wet’n Wild trará a Ilha dos Condenados a partir de 28 de julho, em todos os dias de funcionamento, às 18 horas. Confira mais informações do parque e do evento.

Preparem os corações!

Agradecimentos à Hapfun.

Parque aquático no frio: Vale a pena ir?

Por | Wet'n Wild

Há algumas semanas estivemos no parque aquático Wet’n Wild, localizado em Itupeva, para conferir o início da temporada de água aquecida. Mas com todo esse frio das últimas semanas, vale a pena visitar um parque aquático?

Bem-vindo ao Wet'n Wild

Chegamos no parque logo no horário de abertura. Foi o tempo de passar pelo vestiário, guardar nossas bolsas e as atrações já estavam liberadas. Mas antes de curtir, garantimos a nossa pulseira de consumo Wet Money, a grande novidade do Wet’n Wild.

Wet Money

Então começamos a curtir o nosso dia! Nos toboáguas de boias compartilhadas Bubba Tub e Surge, não dá pra disfarçar. O vento e a água fria não são uma combinação muito boa. Mas pera, a água não é aquecida? Calma, chegaremos lá!

Bubba Tub e Surge

Depois de algumas horas de parque aberto é notória a diferença na temperatura da água. Ao enfrentar o Water Bomb, toboágua de impulso que causa grande impacto ao chegar na água, já fica tudo mais confortável. Em seguida aproveitamos o R4lly, Kamikaze e Twister, tudo sem fila!Essa é uma das vantagens nessa época: o parque é sempre tranquilo e fila é algo raro de se ver.

Bubba Tub e Surge

Lazy River

O Vortex e Crazy Drop, nossas atrações preferidas, eram as únicas com uma pequena fila, mas com duração de pouquíssimos minutos. No Crazy Drop, era impossível não reparar o quanto ele estava lindo com suas cores mais nítidas. A atração passou por uma reforma recentemente, e agora é a vez do Space Bowl, que estava fechado no dia de nossa visita. Essa é uma das desvantagens: os parques costumam utilizar a baixa temporada para reparos e reformas em suas atrações.

Vortex

Crazy Drop

Sobre a água do parque: SIM, ela realmente é aquecida. Mas não espere algo parecido com piscinas de centros esportivos ou clubes fechados. O aquecimento da água é o suficiente para não deixar ela totalmente gelada. É algo mais próximo de fria/morna, mas já é mais confortável, em vista que quase todos os dias no Wet são bem ensolarados. Isso tudo, é claro, com exceção da Ilha Misteriosa do Cascão, onde a água permanece realmente quentinha!

Ilha Misteriosa do Cascão

Falando na Ilha do Cascão, como não voltar a ser criança naquela área? Os adultos dividem as filas com as crianças dos divertidos toboáguas, com destaque ao toboágua verde, que é totalmente no escuro. Isso tudo, além de disputar espaço para tomar um verdadeiro banho do grande balde no topo da estrutura, que vira em momentos inesperados e pega muita gente no susto!

Ilha Misteriosa do Cascão no toboágua verde

Não podemos deixar de citar o quanto o calor ao mesmo tempo em que faz falta, também não faz! O chão do parque não esquenta, subir e descer escadas se torna menos cansativo, e tomar um solzinho se torna ainda mais confortável e menos doloroso. Muita gente aproveitou para tomar aquele banho de sol, mas não se deixe enganar: protetor solar é essencial mesmo nessa época!

Sol no Wet'n Wild

Sol no Wet'n Wild

Fique atento com relação ao funcionamento das atrações, pois além da possibilidade de alguma estar fechada para reformas, em determinados dias ocorre o rodízio de atrações, com algumas atrações funcionando em horários alternados. Para nossa sorte, no dia não houve este revezamento, mas essas informações estão disponíveis no site e na entrada do parque.

 

Vale a pena visitar um parque aquático em temporadas mais frias?

Nossa opinião: primeiramente, informe-se à respeito da água, se existe sistema de aquecimento ou se a água é naturalmente aquecida. Isso vai diferenciar muito uma visita divertida de uma visita desconfortável. No caso do Wet’n Wild compensa muito! Além das filas estarem menores, a água está em uma situação mais confortável e os preços costumam ser mais em conta.

 

Confira o vídeo de nossa visita:

 

Aproveite e adquira 4 ingressos para visitar o parque em maio por R$ 200,00 na loja online e retorne em julho por mais R$ 25,00

Noites Macabras

Noites Macabras no Wet'n Wild

Ah, Não se esqueça! Dia 28 de julho tem início a terceira edição das Noites Macabras. Se voltaremos? Com toda certeza!

Pulseira Wet Money

Wet Money. Funciona na prática?

Por | Wet'n Wild

Desde fevereiro, o Wet’n Wild implantou o Wet Money em suas dependências. A novidade consiste em uma pulseira com tecnologia desenvolvida para aumentar e melhorar a experiência dos visitantes.

Wet´n Wild

Antes, qualquer compra realizada necessitava a ida até o armário, tirar a mala, achar a carteira, retirar o dinheiro ou cartão e se dirigir ao estabelecimento. Toda essa situação causava perda de tempo e incômodo.

Mas, com a Wet Money a nossa experiência foi diferente! Ao chegar no parque, diversos anúncios estão disponíveis pelo local.

Wet´n Wild

Você pode adquiri-la no momento em que aluga o armário, boia e toalhas. O local é o “Alugue & Use”, localizado em frente à Ice Cream.

Wet´n Wild

A pulseira não possui nenhum custo adicional e você pode carregá-la com dinheiro, cartão de débito ou crédito. O reembolso é de 100% para recargas feitas em dinheiro e possui algum desconto em cartões.

Você realiza um breve cadastro com informações como nome completo e data de nascimento para garantia de segurança. A partir daí é só se divertir!

Em nosso almoço, nos dirigimos até a Snack Bar, que é a lanchonete principal do parque, para devorar o inesquecível combo Vortex!

Wet´n Wild

O combo consiste em 3 hambúrgueres, molho especial, alface, queijo e pão acompanhados de batata e refrigerante médios. O valor do combo é de R$ 40,00.

Wet´n Wild

Mas se você não quer encarar esse combo furioso, o Wet’n dispõe de outras opções de lanches como o Wet 10 (R$ 36,00) e o Twister (R$ 30,00).

Wet´n Wild

O pagamento com a Wet Money é realizado através do código de barras ou pela numeração da pulseira.

Fique atento para que o código de barras tenha fácil acesso em seu pulso quando a atendente for posicioná-la em seu braço, garantindo que você não precise fazer manobras radicais com seu pulso nos momentos de compra.

Wet´n Wild

A compra é realizada após assinar a nota, garantindo que cada pulseira seja identificada pelo seu dono.

Segundo o informativo, os estabelecimentos de compra não aceitam dinheiro. Mas, segundo relatos de visitantes, funcionários informam que essa medida varia de acordo com o público do dia.

Logo após o almoço, era hora de realizar algumas compras na Wet Shop! A loja é recheada de souvenires incríveis e os preços estavam bem atrativos por tratar-se de um local turístico.

Wet´n Wild

  • Chaveiros de borracha: R$ 5,00
  • Chaveiros de metal: R$ 10,00.
  • Imã: R$ 2,00
  • Copo: R$ 5,00

Wet´n Wild

As pelúcias personalizadas são de encantar! E é claro que não poderíamos esquecer de levar uma. O valor das pelúcias menores era de R$ 50,00.

Wet´n Wild

Depois de tanto se divertir, era hora de eternizar nosso momento no Vortex. Pose para foto e Xiiiis! A foto custa R$ 20,00 impressa e R$ 15,00 caso seja enviada por email.

A foto impressa é acompanhada de um porta retrato para deixar exposta naquele cantinho especial.

Wet´n Wild

No final da tarde, utilizamos a Wet Money na Ice Cream, principal sorveteria do parque com produtos da Jundiá. Além dos picolés, açaí, o local dispõe de sorvetes de massa na casquinha.

  • 1 bola: R$ 4,00
  • 2 bolas: R$ 6,00

Wet´n Wild

Caso a sua recarga já esteja perto de acabar, você pode dirigir-se ao Aluge & Use e fazer novamente a recarga ou solicitar o reembolso até o horário de fechamento do parque.

Considerações:

A Wet Money consegue facilitar e melhorar a experiência do visitante de forma considerável.

Como pontos a melhorar, deve atentar-se à forma de colocação no pulso e sua impressão. Ao final do dia, alguns códigos já não estavam mais tão nítidos na pulseira.

Wet´n Wild

Também uma melhor orientação aos funcionários em relação às informações dadas aos visitantes, não havendo conflito de comunicação.

A novidade vale também como uma lembrança do Wet, pois não é necessária a devolução da pulseira. É leve, totalmente confortável e você nem se lembra de estar carregando ela nas atrações.

Com mais alguns pequenos ajustes, a Wet Money melhorará ainda mais a experiência no Wet’n Wild!

Confira as reformas que estão rolando pelo parque.

Reformas no Wet’n Wild

Por | Wet'n Wild

Desde que a temporada de verão no parque aquático Wet’n Wild foi encerrada, iniciou-se uma sequência de reformas em suas atrações. Estivemos no parque no último domingo (30/04) e acompanhamos algumas mudanças.

Wet´n Wild

Crazy Drop

O grande half-pipe do Wet foi a primeira atração a passar por uma revitalização, que durou até o final de abril. Toda a estrutura, escadas, fila, sinalizações e a pista foram repintadas. As cores originais foram mantidas, porém mais fortes e nítidas.

Wet´n Wild Wet´n Wild Wet´n Wild

Sun Deck

Notamos que, logo ali perto, o charmoso deck na beira do lago também deve passar por reparos. Algumas tábuas foram removidas e a área está isolada para impedir o acesso dos visitantes.

Wet´n Wild Wet´n Wild

Space Bowl

As famosas “privadas” estão temporariamente fechadas, pois serão as próximas a passarem por reformas. Toda a área está isolada e com placas informando o fechamento temporário (informação disponível também na entrada do parque e no site oficial).

Wet´n Wild Wet´n Wild Wet´n Wild

Não sabemos quais atrações passarão por uma reforma geral, mas aproveitando o dia no parque, deu para notar quais estão necessitando de uma atenção especial.

Kamikaze e Twister

As duas atrações, que estão entre as mais antigas do parque, apresentam falhas em sua conservação. As cores estão acinzentadas e com algumas manchas esverdeadas em alguns trechos.

No caso do Kamikaze a situação é um pouco mais séria. As junções das peças estão causando um atrito contra o corpo no final, deixando manchas vermelhas e um leve ardor por um tempo. Para alguns visitantes a experiência se torna um tanto desconfortável, por isso esperamos que, em breve, isso seja corrigido.

Wet´n Wild

Vortex

A mais nova atração do Wet’n Wild continua com sua operação da mesma forma que inaugurou. Fila de espera, entrega de boias no mesmo local e os visitantes as carregam até o topo.

Isso está se tornando bastante complicado. As boias não são leves, principalmente as de 6 lugares. Além de serem ruins de carregar, chegamos ao topo sem fôlego após os 100 degraus da escadaria com elas nos braços.

Na época de inauguração, o objetivo do parque era, num futuro próximo, instalar a esteira de elevação, como existe nas atrações Bubba Tub e Surge. Aguardamos que isso aconteça em breve e torne a experiência mais confortável e menos cansativa, antes de pensarem em investir numa possível nova atração.

Wet´n Wild Wet´n Wild

Outros pequenos reparos foram feitos desde a nossa última visita e outros pontos necessitam deles, como a entrada do parque. O que mais nos impressionou foi o cuidado com os jardins e a paisagem geral pelo parque como gramas bem aparadas e plantas podadas.

Wet´n Wild Wet´n Wild

Adoramos o cuidado que estão tendo com o Wet’n Wild. O parque aquático mais famoso do mundo consegue deixar cada visita com o gostinho de “quero mais”!

Análise – Região de Vinhedo pode se tornar o 1º Distrito Turístico de São Paulo

Por | Hopi Hari, Wet'n Wild

 

A região onde estão localizados os parques Hopi Hari, Wet´n Wild, o Hotel Quality Resort & Convention Center, o Outlet Premium e o Shopping Serra Azul, e entorno, na Rodovia dos Bandeirantes, interior de São Paulo, poderá se tornar o 1º Distrito Turístico do Estado de São Paulo. O assunto já vem sendo discutido entre as cidades de Vinhedo, Louveira, Jundiaí e Itupeva. O objetivo é fomentar o turismo, alavancar a economia da região e gerar novos empregos, nos moldes do Distrito Turístico de Orlando, na Flórida.

 

Hopi Hari

 

O Hopi Hari já foi eleito 9 vezes consecutivas como o melhor parque temático da América Latina, pela revista Viagem e Turismo, prêmio que é considerado o “Oscar do Turismo” e referência no segmento. A votação era realizada por leitores e aspectos como localização, segurança, beleza e qualidade de serviços eram avaliados.

 

O parque com a infraestrutura mais preparada do país e pronto para atender milhares de visitantes todos os dias tornou-se um sucesso de público! Localizado numa região de calor intenso durante o ano todo e com mais de 40 atrações, algumas sendo exclusivas, tornavam a visita memorável.

 

Com a aplicação do conceito de “O país mais divertido do mundo”, a partir do momento em que os visitantes cruzassem a fronteira de Hopi Hari, adentrariam em um mundo único, com muita magia e tudo especialmente preparado para um dia de diversão. 5 regiões temáticas que contam o desenvolvimento do país e possuem diversas atrações garantem a adrenalina!

 

Mas, desde a sua inauguração em 1999, o Hopi Hari sofreu com dívidas e a expectativa de 2 milhões de visitantes por ano, nunca foi atingida.

 

Mesmo quase alcançando esse número de visitação em alguns anos, as diversas promoções e cortesias não trouxeram o retorno financeiro desejado. Porém, em 2009, as dívidas foram reduzidas e o parque começou a obter lucro pela primeira vez, além de sucesso na visitação e de eventos.

 

Em março de 2011, a Warner Bros. fechou uma parceria de licenciamento com o parque no valor de R$ 100 milhões, incluindo investimentos e reformas em duas áreas temáticas, marketing, publicidade e vendas. Em outubro do mesmo ano, uma montanha-russa recordista de 10 inversões foi anunciada e o parque consolidava-se como uma verdadeira potência de diversão para os eventos mundiais que ocorreram no Brasil em 2014 e 2016.

 

Tudo parecia tão inédito e nunca visto antes no Brasil. Em fevereiro de 2012, uma falha de segurança na atração La Tour Eiffel ocasionou na morte de uma garota e os rumos do parque mudaram de vez. Ainda assim, conseguiram inaugurar uma nova área de jogos, a área Liga da Justiça e manter o nível de visitação comparado ao ano anterior.

 

O problema maior do Hopi Hari nunca foi o acidente. Apesar do grande número de atrações em manutenção desde 2012, o parque ainda era considerado referência em diversão, recebia milhares de visitantes e realizava eventos de grande porte.

 

Problemas de gestão sempre existiram, mas não eram evidentes a ponto de interferir na experiência dos visitantes. Desde 2014, arrastões e greves de funcionários foram destaque na mídia e a situação foi se agravando até o ponto do parque fechar as portas por 2 meses em outubro de 2016.

 

Em um período de pouco mais de 1 ano, a administração e gestão do parque sofreram diversas mudanças de cargo e trocas de poder. Cada novo gestor veio com mudanças radicais e ideias que nunca foram finalizadas e a conservação e temática do parque foram prejudicadas.

 

Quem está na nova gestão desde dezembro de 2016 é o José Luiz Abdalla, que executou poucas melhorias na área de alimentação. No mesmo ano Luciano Correa, presidente do parque, recusou duas propostas de compra do parque, uma delas vinda de César Federmann, dono do complexo Serra Azul.

 

Em março deste ano, uma nova equipe de administração iniciou a sua participação no parque. Grande parte dos membros é de São José dos Campos.

 

Luciano Correa, que assumiu o parque em 2015 e levou o mesmo ao fechamento temporário, parece manter uma relação de amizade com o Abdalla desde a infância. Certamente, a venda para Federmann tornaria mais fácil o processo para a implantação do 1º Distrito Turístico. O que leva a questionar se a nova gestão do parque pretende reerguer o mesmo que se encontra com visitação baixíssima ou apenas mais uma gestão que prejudicará o que foi planejado para ser um dos melhores parques do mundo.

 

Ainda assim, o Hopi Hari possui um visual deslumbrante e atrações de tirar o fôlego. Basta que alguém que entenda de administração consciente e de parques de diversões assuma o posto. Veja as mudanças realizadas pelo Abdalla e o que deve mudar ainda para este ano http://oguiadadiversao.com.br/posts/2017/janeiro_2017/129/o-que-vai-mudar-no-hopi-hari-em-2017.php

 

Wet’n Wild

 

O parque que inicialmente fazia parte da rede americana e foi vendido para um grupo de brasileiros, que pretendiam desativar o local pois não dava retorno financeiro. Porém, Baldacci propôs um plano de revitalização e desde 2010 o parque obtém lucro.

 

Desde 2010, o Wet’n Wild vem dando saltos crescentes e ganhando maior espaço no setor de parques aquáticos. Com a realização anual do Réveillon, a inauguração da Ilha Misteriosa do Cascão e o funcionamento durante o ano todo, o número de visitantes e de novidades cresceram.

 

Entre 2013 e 2014, o parque inaugurou mais duas novas atrações: R4lly e Vortex. Era o que faltava para o público se apaixonar pelo Wet’n Wild, que em 2015 recebeu meio milhão de visitantes. No mesmo ano, o parque estreou as Noites Macabras, primeiro evento de terror em um parque aquático do mundo, que foi sucesso de público e recebeu prêmio pela inovação.

 

Com essas novidades, o parque que funcionava somente em certos períodos, atingiu crescimento de mais de 25% em 2014, resultado de uma gestão competente e com visão futura.

 

A proposta

 

A proposta compreende quatro cidades – Vinhedo, Louveira, Itupeva e Jundiaí – e está sendo discutida desde o ano passado com representantes destes municípios, além de representantes do parque aquático Wet’n Wild, para que naquela região seja criado o 1° Distrito Turístico do Estado de São Paulo.

 

O Distrito Turístico deverá ser uma área exclusivamente destinada a atividades de turismo, lazer e entretenimento, seguindo normas de ocupação, através de zoneamento e código de obras específicos e projeto nas Câmaras Municipais aprovando níveis de autonomia especiais para a administração do Distrito.

 

O conceito geral do projeto é a criação de um local com uma infraestrutura operacional que atenda perfeitamente todos os empreendimentos a serem implantados. Os empreendimentos são idealizados de modo a serem implantados individual e independentemente, sendo porém complementares entre si, funcionando em perfeita harmonia e sem concorrência direta.

 

O ambiente geral deverá ter um tratamento totalmente diferenciado, propício à atividade turística, com grande conforto visual, imensas áreas verdes, modernas vias de tráfego, paisagem e sinalização especiais e excelente esquema de segurança.

 

Durante encontro realizado recentemente com o secretário estadual de Turismo, Laércio Benko, o prefeito Jaime Cruz reiterou ao Estado a solicitação de melhores acessos na Rodovia dos Bandeirantes para o acesso aos parques, hotel e shoppings, ação importante antes mesmo da definição do Distrito Turístico.

 

“Já há grandes investidores interessados em implantar novos parques temáticos, shoppings e hotéis na região. Temos a certeza de que será um grande ganho para as cidades envolvidas e todo o Interior do Estado de São Paulo, ainda mais pela infraestrutura do local e a proximidade com um dos principais aeroportos do Brasil, o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas”, complementou o prefeito Jaime Cruz.

 

“Há a expectativa de atrair bilhões em investimentos e gerar centenas de postos de trabalho formal. De pronto, o deputado Cauê Macris se mostrou entusiasmado com a ideia e afirmou que colocará o Departamento Jurídico da AL para analisar o caso.”

 

O prefeito Jaime Cruz está empenhado pessoalmente no projeto e já apresentou a proposta ao secretário do Estado de Turismo, Laércio Benko. A região onde está sendo proposta a criação do Distrito Turístico é o segundo núcleo turístico do Estado de São Paulo, recebendo anualmente cerca de 7 milhões de pessoas.

 

Referência: Dino, Estadão, Exame e Static Panoramio.

 

Parques recebem milhares de visitantes no Dia Nacional da Alegria

Por | Wet'n Wild

E no último dia 11, dezenas de parques de diversões abriram suas portas para a 10º edição do Dia Nacional da Alegria, recebendo milhares de crianças carentes

O Wet’n Wild recebeu cerca de 4 mil crianças e a ação de inclusão foi apadrinhada pelos atores mirins Raíssa Chaddad (Bia – Chiquititas), Julia Oliver (Pata – Chiquititas), Lorena Tucci (Teca – Chiquitas), Luckas Moura (Omar Ferraz – Cúmplices de Um Resgate) e pela cantora Mariana Pinotti (trilha Cúmplices de Um Resgate) que levaram as crianças ao delírio.

Padrinhos do Dia Nacional da Alegria

Para Raíssa Chaddad, o DNA foi um presente. “Participar desse dia tão especial é um presente para mim. É muita emoção ver a alegria dessas crianças. Só tenho a agradecer o carinho recebido e a oportunidade de fazer parte do time de embaixadores da alegria Wet’n Wild”, falou emocionada.

Os dez anos de DNA foram lembrados pelo gerente de marketing, Bruno Baldacci. “Estamos celebrando uma década do Dia Nacional da Alegria. A cada edição nos envolvemos mais com a ação e sempre buscamos novos parceiros para tornar esse dia muito especial. Da primeira edição até a deste ano, são mais de 300 instituições atendidas e cerca de 40 mil visitantes recebidos. Isso nos alegra muito. Para nós, realmente é o dia da alegria”, enfatizou.

Aos visitantes especiais foi preparada uma programação, que incluiu show com os atores e cantores mirins, dj e apresentação da turma do Trenzinho da Alegria, além de alimentação e bebida. Ainda durante o dia, as crianças puderam interagir com alguns personagens como a Princesa Ana, Princesa Elsa, Batman e Homem Aranha e também puderam fazer pintura artística.

O Magic City também recebeu cerca de 1,1 mil crianças de ONGs e projetos sociais.

Representantes do Dia Nacional da Alegria

“É sempre uma honra fazer parte mais uma vez desse importante projeto, idealizado pelo Sindicato Nacional de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat) e pela Associação das Empresas de Parques de Diversão do Brasil (Adibra), pois proporciona momentos que certamente serão inesquecíveis na vida dessas crianças e adolescentes”, afirma Andre Zuza, da equipe de marketing do Magic City.

Wet'n Wild

Wet’n Wild lança produto exclusivo para a Melhor Idade

Por | Wet'n Wild

Diversão garantida para todas as idades é um dos principais atrativos do parque aquático Wet’n Wild que acaba de anunciar um produto exclusivo para a Melhor Idade. O pacote, com três refeições (café da manhã, almoço e café da tarde) inclui ainda atividades extra, como bingo recreativo, almoço com música ao vivo, caminhada e hidroginástica (opcional), além de um monitor que acompanhará o grupo.

Wet’n Wild e melhor idade

Segundo o presidente do complexo turístico, Alain Baldacci, a iniciativa acompanha o crescente mercado de turismo focado na Melhor Idade. “O Wet’n Wild proporciona diversão para todos. Temos atrações para todas as idades e perfis e recebemos muitos visitantes da Melhor Idade. O que fizemos agora foi criar um produto formatado especialmente para o interesse desses visitantes”, enfatizou.

Para proporcionar um melhor atendimento aos visitantes, o Wet’n Wild criou um calendário para o Pacote Melhor Idade. Para esse ano, as datas previstas serão a partir do mês de setembro. Para mais informações ligue 11.4496-8014 ou 11.4496-8053.

Curta Guia da Diversão no Facebook

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREE Download theme freeDownload html5 theme free - HTML templates Free Null24Top wordpress themes free download