was successfully added to your cart.

Carrinho

Tag

Arquivos Hora do Horror - Guia da Diversão

Eventos de Terror 2018

Dicas para aproveitar os eventos de terror

Por | Não categorizados

1 – Compre antecipadamente os ingressos

Evite filas e aproveite mais tempo nos parques! Comprando pela internet, os descontos são maiores e facilita muito a entrada no parque. Para a Hora do Horror, por exemplo, há combos para a turma com valores promocionais durante toda a temporada.

Valores — Noites Macabras

  • Pontos de venda: R$ 69,00
  • Wetshop e Televendas: R$ 72,00
  • Bilheteria: R$ 120,00

*Valores de agosto

Adquira seu ingresso para as Noites Macabras — Wet’n Wild

Valores — Hora do Horror

  • Passaporte unitário: R$ 129,90
  • Passaporte duplo: R$ 219,00
  • Passaporte triplo: R$ 299,90
  • Passaporte — Estudante (Válido somente aos sábados): R$ 79,90
  • Passaporte — Crianças (Até 12 anos com documento) R$ 59,90
  • Passaporte — Servidor Público: R$ 64,90

Adquira seu ingresso para a Hora do Horror — Hopi Hari

2- Chegue com antecedência para o show de abertura

O show de abertura é o momento mais concorrido do evento. Para garantir um bom lugar, aproveitar o esquenta e curtir o show tranquilamente, chegue com cerca de 20 minutos de antecedência ao local em dias de parques cheios. Conseguir assistir ao show fará com que você entenda todo o enredo do tema e mergulhe ainda mais na história.

Nesse ano, o Hopi Hari vem com o tema “Sacrificium. Você fará parte do ritual” baseado em fatos reais acontecidos na era medieval, abordando conteúdos relacionados à inquisição, rituais, pestes, magias e torturas.

Abertura Hora do Horror 2018

Já o Wet’n Wild traz “O Espetáculo do Medo. O terror faz parte do show”, inspirado nos circos que apresentam suas aberrações e palhaços assassinos.

Show de Abertura das Noites Macabras 2018

3- Se tiver com medo, vá com medo!

Quem nunca sentiu aquele friozinho na barriga e receio de entrar nas áreas de susto e atrações do evento? A nossa dica é: Vá mesmo com medo! Você não se arrependerá e terá incríveis histórias para compartilhar com os amigos e família.

Túnel da Hora do Horror 2018

Túnel Maleficarum — Hora do Horror 2018

Algumas dicas importantes se você não quer demonstrar medo:

  • Ande de mãos soltas — Evite agarrar nas pessoas e chamar a atenção;
  • Ao ver algum monstro, encare-o — Assim você já evita o possível susto e acostuma com o ambiente;
  • Entre nos túneis e permaneça entre os primeiros— Assim você não leva tantos sustos e consegue aproveitar cada detalhe da experiência. Ao pegar mais confiança, fique entre o meio e o final do grupo.

4- Veja o mapa de atrações e programe sua rota

Ao entrar no parque, tenha em mãos ou no celular o mapa de cada parque; assim, você consegue montar sua programação durante o dia. A dica é começar pelo sentido anti-horário.

Por exemplo, no Hopi Hari comece por Aribabiba ou até Wild West e no Wet’n Wild inicie o dia pela área do Bubba Tub e Surge.

Mapa das Noites Macabras 2018

Mapa de atrações das Noites Macabras 2018

Fique atento aos horários das atrações dos eventos. Por exemplo, os túneis da Hora do Horror têm início às 18h. Faça primeiro o túnel Covil – localizado no Caminho do lago, depois o túnel Maleficarum – Atrás do Kastel di Lendas e você já estará próximo ao palco para curtir o show de abertura às 18h30.

5- Compre lembrancinhas

Os eventos possuem lojinhas com itens especiais como camisetas e chaveiros para guardar de recordação do evento. O Wet’n Wild comercializa um amuleto que com ele aceso, os monstros não te assustam. Alguns itens só permanecem para venda durante o evento como a camiseta da Hora do Horror 2018. Então não dê bobeira! Gostou? Leve na hora!

Camiseta da Hora do Horror

Camiseta da Hora do Horror está à venda por R$ 44,90

6- Tire fotos!

Registre todos os momentos! Fotografe os personagens e os cenários especialmente montados para o evento. A Catedral dos Ossos, na Hora do Horror, tornou-se um dos pontos de foto favoritos dos visitantes.

Catedral dos Ossos — Hora do Horror do Hopi Hari

Passagem Catedral dos Ossos — Hora do Horror 2018

7- Acompanhe alguém medroso que além de assustador, será divertido!

O evento praticamente torna-se outro se você estiver acompanhado de algum medroso! A abordagem dos atores, a correria e o clima de desespero ficam evidentes e todo mundo consegue entrar na brincadeira e dar boas gargalhadas. Um dos momentos mais aguardados são os monstros pelas ruas do parque, pois não há escapatória para nenhum lugar!

Hora do Horror 2018

Monstros nas ruas do Hopi Hari ao anoitecer

Programe a sua ida com os amigos e curta a temporada de eventos de terror/horror! A Hora do Horror segue até 28/10 e as Noites Macabras até 30/09 em dias selecionados.

Todas as informações da Hora do Horror 2018 — Hopi Hari

Por | Hopi Hari

Bem-vindo! O que deseja saber sobre a Hora do Horror 2018?

 

A Hora do Horror é o maior evento de horror da América Latina! Nos meses de agosto, setembro e outubro, ao escurecer, algumas regiões do Hopi Hari são tomadas por criaturas terríveis em busca de visitantes medrosos. O evento ainda conta com balada e túneis preparados para testar até quanto de emoção o seu coração aguenta.

Hora do Horror 2018

As ruas de Hopi Hari ficarão assim ao anoitecer…

O evento já recebeu mais de 6 milhões de visitantes em seus 17 anos e representa uma grande parcela da visitação anual do parque.

Tema

Com o tema “Sacrificium: Você será parte do ritual“, uma temática inédita e nunca abordada na história da Hora do Horror, o evento promete surpreender com diversos atrativos: mais de 100 aberrações espalhadas pelo parque, grandes figurinos, labirintos (fechado e a céu aberto) e apresentações ao longo da noite.

Enredo

Em meados do século XV, a inquisição era uma realidade inegável. Moradores de seus vilarejos viviam amedrontados com a eminência das caçadas e torturas dos inquisidores em busca das feiticeiras que propagavam o oculto. Inocentes eram capturados e torturados até a confissão de suas heresias e assim “agraciados com o perdão divino”, como os inquisidores costumavam justificar para executar todos que a faziam.

Por sua vez, os caçadores de bruxas se consideravam propagadores de boas práticas, responsáveis pelo bem estar de todos e dizimadores de tudo aquilo que ameaçasse sua doutrina pacifista e soberana. Mas o que eles não sabiam é que, em meio à diversos pactos e sacrifícios realizados às escondidas, um dos rituais viria a dar errado e ao sentenciarem a queima de poderosas bruxas, isso resultaria no início de uma era sombria, onde a peste negra foi lançada como uma maldição e agora todos vivem em meio às trevas.

Cartaz oficial — Hora do Horror 2018: Sacrificium

Hora do Horror 2018

O tema foi definido em março. Segundo o presidente do parque, José David, Sacrificium é um tema inédito que não era permitido nas antigas gestões e agora foi aprovado. A mega produção contará com uma história baseada em fatos reais acontecidos na era medieval, abordando conteúdos relacionados à inquisição, rituais, pestes, magias e torturas.

1º Cartaz teaser

Hora do Horror 2018

1º Teaser divulgado em 01/05/2018 — Hora do Horror 2018

Quando?

A Hora do Horror 2018 ocorre de 10 de agosto a 28 de outubro. A partir de 05/08, ocorrerão sessões de soft opening (espécie de estreia não oficial) para os visitantes no parque. É a chance de já conferir o que o maior evento de horror da América Latina tem para proporcionar!
Hora do Horror 2018 Sacrificium

Preços

  • Lote promocional de 15/08 a 30/08: R$ 99,90 — Vendas até 07/08
  • Bilheteria Hora do Horror: R$ 129,90
  • Estudantes — somente aos sábados: R$ 79,90

Seleção de atores

O processo de audição começa na primeira semana de junho. Atores, dançarinos, artistas circenses, performáticos e caracterizadores da região de Campinas, Jundiaí e região concorrerão a no mínimo 110 vagas na edição de 2018, um dos maiores números de toda a história do parque!

Todo o espetáculo envolve o trabalho de mais de 480 pessoas, entre atores, bailarinos, coreógrafos, cenógrafos, figurinistas e maquiadores.

Hora do Horror 2014

Hora do Horror 2014 — A Loja de Brinquedos

Palco

Esse ano o palco retorna ao conhecido gramado, antigo local do Unicirco e palco das edições de 2014 , 2015 e 2016. Foi informado que além de ser o maior palco de todas as edições, a grama passará por melhorias, além de que os visitantes farão de alguma forma parte do show de abertura. O palco não será mais na La Tour Eiffel — que sediou a edição de 2017 e o Hopi Night 2018.

Toda essa mudança leva a crer que o retorno da atração esteja próximo, já que a enquete feita pelo presidente para saber qual atração deveria retornar primeiro foi encerrada e a La Tour Eiffel ganhou com 51% dos votos. Veja a matéria que fizemos sobre as curiosidades da La Tour Eiffel.

Palco da Hora do Horror 2015

Palco na Arena de Eventos que comportava até 14.000 pessoas

Atrações

Neste ano, a Hora do Horror contará com um número recorde de espaços especiais para interação dos visitantes espalhadas em duas áreas temáticas do parque: Mistieri e Wild West. São eles: dois grandes túneis de horror, um labirinto a céu aberto, uma passagem, um local para apresentações ao vivo, uma atração eletromecânica tematizada, áreas de sustos e um grande palco onde acontecerão os shows de abertura, encerramento e uma grande balada.

Kastel di Petrum — Gramado Central

Palco Hora do Horror 2018

Imagem ilustrativa

Território central de toda a trama de Sacrificium, o maior palco já visto e totalmente tematizado, recebe os shows de abertura e encerramento, que abordam julgamentos e condenações em praça pública, assim despertando a irá de forças ocultas invocadas pelas feiticeiras. Neste castelo medieval também acontece uma grande balada do horror.

Maleficarum — Atrás do Katakumb

Túnel da Hora do Horror 2018

Montagem do túnel no dia 13/07

Esta fortaleza já foi o principal símbolo da inquisição, onde aqueles acusados de bruxaria eram interrogados, julgados e torturados até a confissão de suas heresias. Porém, após a ascensão das forças do submundo, a prisão Maleficarum foi totalmente tomada por bruxas. Os que se aventurem ali entrar tem apenas duas opções: aliar-se ao poder das trevas, se as implacáveis feiticeiras o julgarem digno, ou pagarem com suas próprias vidas.

Mortuus — Ao lado do Ghosti Hotel

Hora do Horror 2018

Neste local vagam as amaldiçoadas almas pagãs daqueles que dedicaram suas vidas a rituais de sacrifício. Seres condenados a viver a eternidade vagando pelo cemitério, diante de seus lapides. Espíritos amarguradas, que se alimentam de outras almas e estão sempre em busca de muito mais.

Catedral dos Ossos — Ao lado do Evolution

Hora do Horror 2018

Imagem ilustrativa

Esta catedral, que um dia fora dedicada a orações e preces, após ter sido palco de um ritual para trazer de volta a vida a madre do local, acometida por uma doença fatal, transformou-se em um abatedouro. A volta dos mortos é considerada umas das piores heresias e tem um alto preço nas leis da troca equivalente. Uma vida só pode ser paga com outra vida e os ossos daqueles que já foram sacrificados ali adornam todo o espaço, mas ainda há lugar para muitos outros.

Arena das Inquisições

Hora do Horror 2018

Imagem ilustrativa

Todos aqueles que apreciam o sórdido show de condenação e execução dos agentes da inquisição, tem um prato cheio aqui, por ser o principal centro de extermínio do paganismo. Porém, com o fortalecimento das forças malignas, unidos ao julgamento de uma poderosa feiticeira, pode mudar o cenário desse espetáculo de horrores.

Covil — Caminho do Lago

Túnel Hora do Horror 2018

Aqui servia como o antigo abrigo secreto das bruxas, onde se escondiam dos inquisidores e praticavam seus rituais malignos nas sombras. Agora, elas não precisam mais se esconder. Com as trevas no domínio, o local transformou-se na morada no mal, procurado por inúmeros populares em busca de benefícios, mas o preço a ser pago nos rituais é mais alto do que se pode imaginar, transformando todos aqueles que ali entram em criaturas malignas.

Rituais — Ao lado do Rio Bravo

Hora do Horror 2018

Imagem ilustrativa

Aqui será possível presenciar todos os tipos de rituais. Os que ali passarem terão a oportunidade de sentir as forças malignas atuando em sua máxima. Os mais corajosos que aguentarem até o fim do ritual poderão registrar esse momento com uma foto.

Halloween Hari

Halloween Hari

Incorporando a lista de novidades, neste ano, o evento Halloween Hari, que aconteceu no ano passado durante o mês de outubro, acontecerá simultaneamente com a Hora do Horror. Durante os três meses, a bruxinha Harikadabra e seus padrinhos mágicos, duas simpáticas abóboras, estão de volta ao País Mais Divertido do Mundo para comemorar a magia do Halloween. Eles ficarão instalados na região de Kaminda Mundi, que receberá com uma festa especial para os pequenos e também para aqueles que não gostam de levar sustos.

Imigradero

Imigradero do Hopi Hari

Durante o evento, o desafio, segundo a equipe, será fundir a ficção com realidade, pois abordará conteúdo com fatos já ocorrido na história da sociedade: “A missão dos Habitaris (colaboradores) será fazer com que o visitante tenha uma imersão desde a chegada ao País Mais Divertido do Mundo até sua despedida. Realmente estamos muito satisfeitos com a temática. O público irá se surpreender logo na entrada. Também poderemos aplicar o conteúdo no EDUCARE, nosso Projeto Educativo voltado para escolas”, relata José David, presidente do parque.

Evento de lançamento

Na penúltima noite de maio (30/05), o Hopi Hari realizou o evento de lançamento da Hora do Horror 2018 — Sacrificium. Funcionários, imprensa e distribuidores foram convidados a fazer parte do início desse ritual que vai testar a coragem de muitos visitantes.

O evento foi comandado pelo Nilldo Jaffer, apresentador do evento, e teve início às 19h40. Toda a rua principal de Wild West foi climatizada para o evento com luzes, fenos, rodas de carroça e fumaça.

Hora do Horror 2018

Além de apresentar toda a equipe criativa que realizará a Hora do Horror, ocorreu um pocket show do enredo próximo ao poço de Wild West.

Hora do Horror 2018

A apresentação retratou à perseguição às bruxas no período medieval. A principal bruxa do enredo, que também é retratada no cartaz e no vídeo teaser realiza um ritual e convoca mais bruxas para o feito. Na época, até a população era perseguida pelos inquisidores que ao encontrarem as bruxas, levam uma à forca.

Tem-se o início do julgamento da bruxa! Uma mulher relata que participou de rituais e sacrifícios para recuperar a sua visão e a autoridade presente questiona se mais alguém deseja acusá-la. Como forma de vingança, a bruxa joga a peste negra sob os pagãos que a acusaram. A partir de então, a bruxa é queimada na forca! A cena é de impressionar os olhos e questionar: “Como eles fizeram isso?”.

Hora do Horror 2018 Sacrificium

Pagãos, inquisidores e bruxas foram os personagens apresentados e contam com alto nível de atenção aos detalhes em caracterização e em figurino.

Monstros da Hora do Horror 2018

Monstros da Hora do Horror 2018

Monstros da Hora do Horror 2018

Além dos personagens e do pocket show, as atrações Evolution e Rio Bravo foram liberadas aos convidados!

Evolution na Hora do Horror 2018

Rio Bravo na Hora do Horror 2018

Havia iluminação especial no percurso do Rio Bravo!

Os convidados tiveram uma amostra do que o maior evento de horror da América Latina oferecerá em sua 18º edição! Nós já estamos prontos para fazer parte do ritual.

Equipe criativa

Harikadabra

A produtora Harikadabra surgiu como uma iniciativa do presidente do Hopi Hari José David.

Segundo ele: “A produção in house é uma inovação que vai de encontro ao uso responsável da verba, racionalizando custos e otimizando recursos.”

Equipe da Hora do Horror 2018

David também foi o responsável por reunir o “dream team” (time dos sonhos), como o mesmo se refere com profissionais renomados que já passaram por grandes eventos do gênero no Brasil.

Anderson Rodrigues — Direção de Figurino

Anderson Rodrigues

Foto por Ana Galhardi Fotografia

Com mais de 20 anos de experiência em eventos de terror, já trabalhou como uma das produtoras das Noites do Terror, do Playcenter, por 16 anos. Também já participou da produção da Hora do Horror e das Noites Macabras por 3 anos, criou a marca Cidade do Terror e já foi diretor artístico do Beto Carrero World por 4 anos.

Rogério Barbatti — Diretor Artístico

Rogério Barbatti

É o responsável pela concepção geral e conceito dessa edição. Iniciou sua carreira em 2009 no  Hopi Hari como ator e desde 2016 responde pelo conteúdo do parque. Barbatti também é preparador de elenco com expertise em produção de espetáculos e desenvolvimento de efeitos especiais agregados a teatralização e dança.

Eduardo Campos — Diretor de Maquiagem

Eduardo Campos

É responsável por dar vida aos personagens da história de Sacrificium. Autodidata e no ramo há 8 anos, cria maquiagens de efeitos especiais impressionantes. O desenvolvimento da identidade visual dos personagens lúdicas de Hopi Hari e Hopi Night são de sua autoria.

José Roverato — Diretor de Cenografia

Roverato assina os túneis dessa edição. Com mais de 25 anos no ramo de cenografia, desenvolve técnicas e cenários para TV, cinema e grandes eventos. No Hopi Hari, já assinou mais de 20 túneis, além de fachadas e grandes palcos. Seus projetos saltam do 3D para o real com uma equipe altamente qualificada entregando veracidade em cada detalhe.

Victor Akkas — Diretor de Cenografia

Victor Akkas

É o responsável por todas as estruturas da Hora do Horror 2018. Cenógrafo e atuante nas áreas de Cinema e Teatro desde 1997, sua experiência é composta por diversas habilidades de construção guiadas pelos recursos técnicos alinhados à linguagem lúdica ou realista, incorporando materiais alternativos e novas tecnologias.

Eventos

Durante a Hora do Horror, o Hopi Hari também apresentará shows especiais de grandes artistas. No dia 17 de agosto, o parque recebe o Dubdogz, um duo de DJs que que está ganhando o Brasil e o mundo com seus remixes e sons vão do Deep House ao Nu Disco. Já no dia 26 de agosto, Kevinho, cantor cheio de hits nas paradas, chega aos palcos do Hopi Hari para uma grande apresentação exclusiva.

O que queremos ver

Os fãs do parque são aficionados no evento e já querem saber de tudo desde o final da última edição! Como bons fãs, listamos alguns itens que podem ajudar a incrementar a experiência do visitante no evento.

Enredo

A Hora do Horror sempre teve ótimos enredos com bom decorrer da história e desfecho. Para quem acompanha as mídias sociais do parque era possível entender todo o contexto e personagens com a visita no parque. A experiência tornava-se completa!

Em 2016 e em 2017, anos que o parque sofreu com a crise mais aguda, as duas edições foram bem carentes em quesito de construção de enredo. Tudo era muito confuso, solto, não tinha forte ligação com os personagens e não acrescentava em nada para o visitante. Eram apenas monstros soltos. Por que eles estavam lá? Ninguém sabia…

Cidade dos Esquecidos

Em 2015, a brincadeira começava desde o Imigradero…

A construção de um bom enredo é um dos principais fatores que determinará como será a experiência do visitante desde antes à visita ao parque até o final do evento.

Caracterizações

Pode passar despercebido por grande parte do público, mas os detalhes nas caracterizações fazem diferença lá no subconsciente para os visitantes classificarem o evento como bom/ruim. A junção de detalhes, quase que imperceptíveis, tornam-se um fator importante ao julgar o evento.

Hora do Horror 2014 — A Loja de Brinquedos

Hora do Horror 2014 — A Loja de Brinquedos

Para quem visitou o evento nas edições de 2014 e 2015, pôde perceber o grande salto na qualidade das caracterizações se comparadas às outras edições — até mesmo 2011 e 2009 que são as mais queridas pelos fãs. Desde o sapato, o desgaste na roupa, o acessório, a lente de contato, peruca, até o trejeito e o ponto de susto eram pensados e a ansiedade por ver o que cada personagem tinha para oferecer era o que tornava o evento especial.

Hora do Horror 2015

Detalhe no figurino desgastado — Hora do Horror 2015

No Hopi Night 2018 tivemos personagens no evento com alto grau de caracterização e com a promessa de manter o nível da qualidade na Hora do Horror 2018.

Show de abertura

O show de abertura é o primeiro contato ao vivo do visitante com o evento. É onde a história continua para o fã que já vem acompanhando as redes sociais do parque e é onde todo o enredo tem de ser introduzido de forma simples e rápida para o visitante que está visitando ao parque e não sabe o tema.

A abertura de 2015, considerada uma das melhores pelos fãs, cumpre exatamente o papel de inserir o visitante dentro da história. Tem diversos momentos de clímax, danças e troca de energia com o público.

Abertura Hora do Horror

Trecho da Abertura de 2015 — Cidade dos Esquecidos

Efeitos

Já utilizados no Hopi Night 2018, o acréscimo de efeitos em um show de abertura podem ser aliados para causar o impacto no público. A Hora do Horror sempre foi carente em efeitos pirotécnicos e a adição deles para causar susto no público, como era feito nas Noites do Terror 2009 e 2010, podem tornar o show memorável.

Hopi Night 2018

Efeitos no palco do Hopi Night 2018

Climatização

O evento desdobra-se nos túneis e nas ruas do parque após o show de abertura. Há monstros nas ruas de Wild West e Mistieri abordando todos os visitantes que passam pelas regiões. Efeitos de luz, fumaça e sonorização podem tornar as ruas como uma continuação dos túneis e espalhar o clima de horror pelo parque.

Em 2015, haviam os sons de sirene pelas duas regiões de acordo com o tema. Em 2017, a área de Wild West era bem escura, diferente dos demais anos, e em Mistieri — próximo ao Katakumb, haviam diversos efeitos de iluminação que ficaram incríveis!

Últimas Noites do Terror

Climatização nas Últimas Noites do Terror — 2012

Túneis

A edição de 2017 teve a carência dos famosos túneis pelo parque. Em 2015, os dois túneis — Colégio Anisu e Usina — impressionaram pelos efeitos, atuação e grau de detalhes dentro de cada ambiente. Realmente, o visitante tinha uma imersão total no evento.

Hora do Horror 2015

Colégio Anisu — 2015

Visitação em grupos

Com a limitação do público por dia, é possível organizar a visita nos túneis em grupos, onde a experiência acaba sendo mais individual e assustadora. Até 2010, os 3 túneis da Hora do Horror possuíam visitação em grupos. Em 2016, em dias de público baixo, essa medida era usada também. A ideia é aproximar os visitantes do que mais os assusta e ter um melhor rendimento dos atores.

Hora do Horror 2011

Túneis com visitação em grupos a partir de 2011. Foto por Viajar é Simples

Passagens

Em 2017, algumas ruas de Mistieri e Wild West tornaram-se passagens livres. No início da Hora do Horror haviam passagens elaboradas nos caminhos entre as regiões. As passagens acabam somando mais uma atração para o evento e com baixo custo para o parque.

Hora do Horror 2003

Passagem nos primeiros anos de Hora do Horror

Interatividade

As redes sociais e a internet podem ser grande aliadas do parque. Com o hotsite do evento criado em alguns anos, a hashtag #HoradoHorror chegou a ficar entre os assuntos mais comentados de São Paulo. A cada vez que os usuários digitassem a hashtag no twitter, o site ia criando forma e a cera ia derrentedo — O enredo do evento era “O Museu de Cera”.

Nas edições de 2008 até 2011, o hotsite do evento contava com o ARG (Alternative Reality Game) onde o jogo tem início na internet e desfecho no próprio parque. Dentre os desafios, os selecionados tinham que enfrentar a Cabine do Horror e assistir a um vídeo de terror sem demonstrar reação ou achar a chave no corpo de um infectado. Quem conseguisse cumprir o desafio, ganhava um Anuali — passaporte anual do parque. É um enorme engajamento e publicidade gratuita para o parque.

Cabine do Horror no Hopi Hari

Cabine do Horror — Foto por Hopi Hari Mania

Esquetes e shows pelo parque

O enredo pode ter continuação pelo parque com esquetes e shows para interação com os visitantes. As esquetes e pocket shows costumam ser realizadas de meia em meia hora e podem ter fala e encenação ou somente dança. Um dos melhores exemplos de shows é o Portão dos Traidores — Noites do Terror 2010.

Ponto de fotos

Os pontos de fotos acabam sendo outra interatividade no evento, além de ser uma propaganda gratuita para a divulgação do evento. Se o cenário de fotos for temático, a chance de ser bem recebido pelo público é imensa!

Pontos de Fotos da Hora do Horror

Foto retirada do Flogão

Mapas e personalização para o evento

Os mapas além de informar o visitante sobre as atrações do parque, podem explicar um pouco do enredo, horários dos shows e sinopse dos túneis. Para os fãs do evento, acaba tornando-se um item de lembrança.

Mapa Hora do Horror 2015

Mapa da Hora do Horror 2015 — Frente

Mapa Hora do Horror 2015

Mapa da Hora do Horror 2015 — Verso

Vai encarar ou vai ficar com medinho? Visite a Hora do Horror 2018

Nós já estamos ansiosos para a Hora do Horror 2018! O evento é um dos únicos em parques de diversões que resistem atualmente e nesse ano promete retomar com tudo aos seus tempos áureos. Prepare o coração e encare as criaturas do maior evento de horror da América Latina.

Veja também

Guia Hopi Hari 2018 — Passaportes, preços e atrações

Curiosidades — Giranda Mundi

Curiosidades — Rio Bravo

Fotos por Tiago Crivellari Correia

 

Hopi Hari vai reabrir

O novo Hopi Hari. O país mais divertido do mundo!

Por | Hopi Hari

O Hopi Hari é um dos principais parques temáticos do país e já chegou a receber quase 2 milhões de visitantes em um único ano. Pessoas do Brasil e do mundo todo dirigiam-se até a cidade de Vinhedo para conhecer o país mais divertido do mundo.

Quem não se lembra das excursões de escola ou dos passeios com os amigos para se aventurar em todas as atrações? E o idioma hopês? Ficava até difícil curtir tudo em um dia só. Ao final do dia todos estavam felizes na rua principal de Kaminda Mundi com as bochechas vermelhas de tanto sol e a Giranda Mundi iluminando o caminho até a saída do parque.

Giranda Mundi com o sol clássico

Giranda Mundi com o sol clássico. Foto por Bruno Dalui

O que aconteceu com o Hopi Hari?

Mas, desde 2012 o local nunca mais foi o mesmo. Quedas na taxa de visitação, poucas atrações em funcionamento, parque em deterioramento e público não condizente com a proposta inicial do parque. A situação agravou-se de forma preocupante em agosto de 2016, quando o Hopi Hari ficou fechado por cerca de 2 meses, reabrindo somente em outubro com pouquíssimos visitantes. Nós visitamos em novembro do ano passado e a sensação foi de que o parque implorava por uma ajuda.

SALVEM O QUE RESTOU DO PAÍS MAIS DIVERTIDO DO MUNDO!

Vulaviking

Dias de funcionamento vazios

Sem retornos de atrações e aumento de público, as portas se fecharam no início de maio. Muitas chegaram a acreditar: É este o fim do Hopi Hari? Um dos parques mais bem planejados de toda a história?

O Hopi Hari vai reabrir!

Neste período de 2016 até o momento, ocorreram trocas na administração. José Luiz Abdalla comprou o parque, Luciano Correa deixou a presidência e José David assumiu o cargo.

Fases do Hopi Hari

Arte por Juliano Souza

E é aí que a história muda totalmente. Com uma nova gestão transparente e compromissada, as mudanças necessárias para a abertura e reposicionamento do Hopi Hari foram iniciadas. Desde o fechamento temporário que ocorreu em maio até o momento, o espaço passa por grandes transformações: manutenção nas atrações, pinturas pelo parque, jardinagem, esclarecimento com credores e funcionários etc.

Kastel di Lendas

Mudanças no parque para tudo ficar pronto no dia 05 de agosto!

Quando vai reabrir?

Dia 05 de agosto, sem horário de funcionamento definido até o momento

Passaportes

O passaporte foi reajustado para R$ 150,00 (todas as atrações estão inclusas). Esta medida trata-se do reposicionamento da marca, voltada para a família e o acompanhamento do setor no geral que possui a faixa de preços neste valor.

Passaporte de Hopi Hari

Novo modelo de passaporte

O ingresso físico deixará de existir e as vendas ocorrerão somente pelo site para maior controle de público (5.000 visitantes/dia). Agora é possível também efetuar o pagamento antecipado do estacionamento, que teve seu valor reduzido para R$ 40,00.

Utilizando o código HF2017 na loja online, você paga somente R$ 10 no estacionamento e R$ 130 no passaporte

Anuali

Quem possui Anuali, passaporte anual, vencido no período de parque fechado ganha 3 meses adicionais (tempo que o parque ficou fechado) + 1 mês (bônus) de validade. É a hora de reviver os melhores momentos e criar novas lembranças.

Ainda não possuímos informações em relação à venda do Anuali neste novo período.

Hopi Placa

Outra novidade: o parque pretende extinguir a circulação de dinheiro em seus pontos criando um sistema de cartões de consumo, similares aos utilizados em parques aquáticos, além de um aplicativo que será lançado em breve. Ao entrar no parque, o visitante trocará o seu dinheiro pela Hopi Placa, moeda oficial do país Hopi Hari, e possuirá um cartão exclusivo para consumo interno. Menos tempo em filas e mais tempo se divertindo!

Pulseira Wet Money

Wet Money é a pulseira de consumo implementada no Wet’n Wild e garante maior agilidade nas compras

Atrações

Nas últimas semanas, iniciou-se uma série de reparos e reformas, que vão desde fachadas de atrações a recapeamento das alças de acesso ao parque. As atrações Giranda Mundi, Katapul, Simulákron, Vurang, Montezum e Rio Bravo passaram por movimentações. Foi anunciado que mais de 70% das atrações voltarão à operação na reabertura do parque, totalizando cerca de 26 atrações.

City Walk

A rua principal de Kaminda Mundi deverá tornar-se na City Walk do Hopi Hari. O conceito de City Walk é uma área aberta ao público destinada ao entretenimento: lojas, bares, restaurantes, cinemas, casas noturnas e teatros. As catracas de acesso ao parque serão realocadas para próximo da Giranda Mundi, ou seja: não precisará de passaporte para visitar a rua principal de Kaminda Mundi.

Essa decisão faz parte do projeto em que o Hopi Hari é a âncora de um complexo de entretenimento: parques, áreas de entretenimento e hotéis.

Rua de Kaminda Mundi

Rua de Kaminda Mundi que deverá ser transformada na City Walk

Hora do Horror

Com o tema KARNAK: A Maldição da Tumba, a edição de 2017 do maior evento do parque está confirmada e terá seu início junto com a reabertura. Sabe-se que a atração Katakumb fará parte das atrações e ocorrerá um flashmob nas noites do evento. 

O Hopi Hari está voltando! Com ele mataremos a saudade da bela vista da Giranda Mundi, dos truculentos trilhos da Montezum e da nostálgica buzina da Katapul. Mas não se trata apenas disso: falamos também daqueles momentos que relembramos em uma conversa com amigos ou família; aquele amigo que quase desmaiou em uma atração radical ou aquela amiga que chorou na Hora do Horror.

Evolution no Hopi Hari

O Hopi Hari não é só um parque. É o ambiente mágico que tanto fez falta nos últimos anos, mas sempre com seus suspiros de encantamento. Então programe-se! Reúna a família e os amigos e vamos todos caminhar em direção ao Imigradero e ter um dia incrível no país mais divertido do mundo! Conheça Hopi Hari. O país que não está no mapa.

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREE Download theme freeDownload html5 theme free - HTML templates Free Null24Top wordpress themes free download